Feeds:
Posts
Comentários

A Associação Paraguaçuense Pró-Música iniciou suas atividades em julho de 2009 com cursos de canto lírico e canto coral para a população da cidade de Paraguaçu Paulista e adjacências. Em 2009 e 2010 realizou espetáculos no Teatro Municipal Lucila Nascimento (Paraguaçu Paulista-SP); No momento está realizando a montagem da ópera Dido e Aeneas,  de Henry Purcell com adolescentes carentes da cidade para 2011; No segundo semestre de 2010 teve dois projetos aprovados no Ministério da Cultura e está em fase de captação de recursos para a formação de uma Orquestra Sinfônica Jovem e uma Escola de Música, que abrangerá a região da alta sorocabana.

A APRIMUS busca para 2011 uma sede, pois as aulas são ministradas na Biblioteca Municipal de Paraguaçu Paulista, concentrando-se em horários alternativos: à noite, finais de semana e feriados; com o intuito de ampliar o atendimento, a associação busca parceria por meio de doações e captação de recursos pela Lei Rouanet para possibilitar instalações adequadas para as crianças e adolescentes carentes da cidade de Paraguaçu Paulista-SP e região.

Em fevereiro de 2011 a APRIMUS abrirá vagas para novas turmas e espetáculos a serem montados dentro da programação da Prefeitura Municipal da Estância Turística de Paraguaçu Paulista.

Atendimentos de 2009 e 2010*

*Atendemos mais de 7230 pessoas nos anos de 2009 e 2010.

Locais de Apresentações e Público

 

A Associação Paraguaçuense Pró-Música finalizou as atividades do ano de 2010 com a realização de concerto natalino (Teatro Lucila Nascimento) e participação no evento da prefeitura Encantos de Natal (Praça nove de Julho), a obra escolhida para esse ano foi “Messias” de Handel, a obra é considerada a obra prima do compositor e retrata a vida de Jesus Cristo.

Os concertos contaram com a participação dos alunos da APRIMUS – Paraguaçuenses – e com a pianista de Londrina, Sandra Morh, bacharel em piano pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, atuou como solistas nas principais orquestras do país, tais como: Orquestra Filarmônica da PUC- RS, OSUEL (Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina – PR), OSPA (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre), Orquestra Sinfônica Jovem de Porto Alegre (RS); também foi fundadora da Orquestra Jovem de Santa Cruz do Sul (atual Orquestra Jovem UNISC), atuando, além de pianista, como arranjadora, violinista e spalla.

As grandes estrelas da noite foram os alunos do curso de canto lírico de Paraguaçu Paulista, os meninos cantores de Paraguaçu Paulista participaram como solistas interpretando árias de óperas e atuando no oratório Messias de Handel.

A Prefeitura Municipal em conjunto com a APRIMUS realizou nos anos de 2009 e 2010 um curso de canto de lírico e oficina de canto coral, os resultados foram apreciados no concerto natalino.

A APRIMUS deseja a todos um ano de 2011 de muito sucesso e repleto de realizações!

Os vídeos das apresentações podem ser assistidos nos links abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=agU0_ye14Xw

http://www.youtube.com/watch?v=Cq54wGL4tK0

http://www.youtube.com/watch?v=qmMYmnZnnms

http://www.youtube.com/watch?v=T5pUb4oRP4E

http://www.youtube.com/watch?v=CmeQJTJ9V8g

http://www.youtube.com/watch?v=cg-J0rzQ-no

http://www.youtube.com/watch?v=BCg2Zmbw-Qs

http://www.youtube.com/watch?v=tHpr9fc5Crw

http://www.youtube.com/watch?v=vEf0rfgNATM

http://www.youtube.com/watch?v=U29poSOghvY

http://www.youtube.com/watch?v=gS65qaBvheI

Maestro João Carlos Martins em entrevista Exclusiva*

O grande pianista e hoje Maestro, João Carlos Martins é um dos maiores exemplos de superação de nosso país, começou sua trajetória ainda criança estudando piano com a professora Aida de Vuono.

Aos oito anos de idade, ganhou o primeiro concurso de piano; em sua trajetória como pianista, foi ganhador de inúmeros concursos internacionais, solista com as principais orquestras do mundo, inaugurou teatros e ainda é considerado o maior interprete de Bach do mundo.

Fatalidades da vida fizeram com que o Maestro perdesse movimentos nos dedos das mãos, mas a paixão pela música o fez lutar com todas as forças, ele fez inúmeros tratamentos na expectativa de adquirir novamente a plenitude musical por meio dos movimentos perdidos.

A paixão do Maestro pela música sempre foi tão grande, que ele foi a inspiração de um documentário franco-alemão chamado Martins Passion, esse documentário rodou o mundo e foi vencedor de quatro grandes festivais internacionais de cinema.

Mas as peças pregadas pelo destino não conseguiram separar João Carlos Martins da Música: hoje ele é um grande Maestro brasileiro e tem regido orquestra nos principais teatros do mundo.

A sua paixão e generosidade foi além da música e hoje abrange a área social, João Carlos Martins fundou a Fundação Bachiana, que é responsável pela montagem da Orquestra Bachiana SESI e Orquestra Bachiana Jovem SESI; seus projetos na área musical tem obtido reconhecimento em todo o mundo, no dia 18 de novembro, por exemplo, foi convidado ao Ministério da Cultura, para relatar sua experiência na difusão de cultura em nosso país.

Para quem não sabe, João Carlos Martins é sócio-fundador da APRIMUS – Associação Paraguaçuense Pró-Música – e tem dado grande apoio às realizações da entidade, assim como apoia projetos no Brasil inteiro, pois  ele é um divulgador da cultura brasileira.

Temos como exemplo para nosso trabalho o maestro Martins, que em 2011, implantará um projeto de orquestras-escola pelo país.

Sobre a importância da Cultura e da implantação de Orquestras Sinfônicas em Paraguaçu Paulista e em outros municípios brasileiros, o Maestro João Carlos Martins nos fala com exclusividade:

  1. O senhor foi considerado um dos maiores pianistas do mundo, como se deu a transferência para Maestro e fundador da primeira Orquestra Filarmônica do Brasil?

Fui um pianista que se dedicou com muito amor ao seu ofício. Mas por obra do destino tornei-me maestro e fico orgulhoso de ver o progresso da Bachiana Filarmônica SESI SP, uma orquestra da iniciativa privada

  1. Dia 18 de novembro de 2010, o senhor esteve no Ministério da Cultura relatando a sua experiência com a Fundação Bachiana, o senhor poderia nos falar sobre o seu trabalho para a divulgação da cultura em nosso país?

A partir desse projeto vou tentar desenvolver orquestras semelhantes em todos estados brasileiros o que vai ajudar sobre a maneira da democratização da música e da cultura em nosso país

  1. Como surgiu a ideia da Orquestra Bachiana Jovem?

A Bachiana jovem surgiu em primeiro lugar para conseguir uma excelência musical e também para visitas as comunidades mais carentes que infelizmente nem sempre tem acesso a este maravilho universo da música clássica.

  1. Que mudanças ocorreram na vida dos jovens com a oportunidade de integrar uma Orquestra Jovem?

Um jovem que integra uma orquestra certamente poderá progredir não só como  músico, mas também como cidadão, pois para fazer parte dela é necessário ter disciplina de  um atleta e a alma de um poeta.

  1. Para o senhor, qual a importância do ensino de música para a inclusão social no Brasil?

A música está em primeiro lugar em vários países asiáticos para inclusão social,            porque não no Brasil?

  1. O senhor desenvolve o projeto “A Orquestra para Todos os Brasileiros”, como é esse projeto e que resultados o senhor tem alcançado?

É um projeto que ainda está nascendo do qual poderei falar melhor em 2011

  1. Qual a sua opinião sobre a montagem de uma Orquestra Sinfônica Jovem na cidade de Paraguaçu Paulista? Que mensagem o senhor enviaria para a população?

Adorei Paraguaçu Paulista, sua gente seu amor pela cultura e também pelo respeito à música. Sem dúvida, é uma cidade que merece uma Orquestra Sinfônica Jovem.

*Entrevista cedida à Clara Guimarães, cantora, idealizadora e membro da diretoria da APRIMUS, Associação Paraguaçuense Pró-Música.

Palestra Música e Juventude em escolas públicas de Paraguaçu Paulista – mais de 1000 crianças foram beneficiadas 

Participação no Festival de Música de Londrina – Patrocínio COCAL e Câmara dos Vereadores de Paraguaçu Paulista

Workshop com professora da Companhia de Ópera de Hamburgo/Alemanha

Ensaio com participação da APRIMUS para apresentação de Carmina Burana de Carl Orff em Londrina e Maringá-PR

Diretoria da APRIMUS participa do juri de concurso de canto

Encontro de Corais


Lançamento do Projeto Tocando a Vida na Câmara dos Vereadores de Paraguaçu Paulista
Ensaio da Ópera Dido e Aeneas em Londrina-PR

Clara Guimarães ao lado da professora da Companhia de Ópera de Hamburgo Alemanha e do maestro Dante Mantovani

A APRIMUS – Associação Paraguaçuense Pró-Música – que iniciou suas atividades em julho de 2009, tem dois projetos aprovados pelo MINC – Ministério da Cultura -, um já está fase de captação de recursos e o outro esperando portaria de autorização para captação.
O primeiro projeto aprovado pelo MINC foi o “Tocando a Vida”, que consiste na criação de uma orquestra sinfônica, uma escola de música e a manutenção do coro lírico da APRIMUS, esse projeto, inicialmente, tem a duração de dois anos.

Serão abertas 250 vagas para pessoas de Paraguaçu Paulista e região, que tenham o interesse de aprender música. No projeto consta a contratação de seis professores de música, compra de mais de oitenta instrumentos musicais, bolsas de estudo para estudantes, uniformes, material didático, montagem de uma biblioteca de música, além de todo o equipamento necessário para montagem e manutenção de uma escola.

A ideia do projeto Tocando a Vida surgiu da percepção que a cidade de Paraguaçu Paulista possui interesse e estrutura necessária para comportar um projeto desse porte; sabe-se o quanto iniciativas semelhantes, como a orquestra sinfônica de Heliópolis – SP ou o projeto Orquestra Cidadã – PE, tem tido uma enorme visibilidade no país, reconhecemos também a importância que um projeto desse nível trás para a cidade, possibilitando uma maior profissionalização dos jovens, na elevação da autoestima e, principalmente, no combate a criminalidade.

Projetos como esse, promovem a construção da cidadania, dessa forma, consta no projeto a realização de inúmeros concertos, recitais e apresentações musicais dos alunos do projeto – em Paraguaçu Paulista e em outras cidades -, palestras e concertos-aulas, bolsas de estudos para alunos com excelente desempenho musical, escolar e com dificuldades financeiras.

O segundo projeto aprovado foi o dá ópera “Dido e Aeneas de Henry Purcell”, que consiste na montagem e apresentação da ópera em seis cidades do interior de SP, a ópera será composta por alunos da APRIMUS, cantores e instrumentistas de Londrina-PR, Curitiba-PR e Tatuí-SP, o objetivo do projeto é divulgar o trabalho realizado em Paraguaçu Paulista, oportunizar uma experiência profissional para os jovens músicos e promover a interação com músicos renomados e experientes de outras cidades.

O que a APRIMUS tem feito?

No de 2010 a APRIMUS oferece um curso regular de canto lírico e canto coral gratuito em parceria com a Prefeitura, realizou palestras para mais de mil crianças e adolescentes nas escolas públicas da cidade de Paraguaçu Paulista, aprovaram dois projetos no Ministério da Cultura, ministraram workshop para profissionais da voz em parceria com a Prefeitura, levaram seus alunos para participar do Festival de Música de Londrina e workshop com professora da Companhia de Ópera de Hamburgo/Alemanha – com apoio e patrocínio da Câmara dos vereadores e da COCAL -, foram jurados do JovemCanta, realizaram apresentações musicais (Paraguaçu Paulista, Londrina e Maringá-PR) e firmaram parcerias para futuros intercâmbios com conservatórios e universidades de São Paulo e do Paraná.
Em dezembro a APRIMUS fará três apresentações musicais e comemorará os excelentes resultados de 2010, no repertório constam árias de ópera cantadas por alunos, música brasileira e peças natalinas como o Messias de Handel, que conta a história da vida de Jesus Cristo.

Apresentações do final do ano:
10/12 às 19h30 – Participação em evento realizado pela Câmara dos Vereadores de Paraguaçu Paulista

21/12 – Participação em evento realizado pela Prefeitura de Paraguaçu Paulista com apoio da TVTEM

22/12 às 20h30 – Concerto Natalino da APRIMUS no Teatro Lucila Nascimento

Essa reportagem também pode ser conferida no site: http://www.paraguacity.com/?id=81-4970

Muitos são os profissionais que usam a voz como instrumento de trabalho. São cantores, atores, professores, radialistas, políticos, vendedores, telefonistas, secretários, empresários, padres/pastores e todos aqueles que precisam da voz para exercer sua profissão.
O aparecimento de rouquidão, cansaço vocal, ardume e/ou dor na garganta, pigarro e falta de ar são sinais de patologias que acometem a laringe e podem estar relacionadas ao uso abusivo da voz em condições desfavoráveis.
O mal uso da voz se refere a falar excessivamente, falar alto e rápido, gritar, usar voz muito aguda ou muito grave e praticar canto sem ter preparação adequada. Tais hábitos associados ao fumo, ar-condicionado (ambos ressecam a mucosa da laringe), poeira, alergias respiratórias, estresse, ruído competitivo e predisposição genética propiciam o surgimento de patologias laríngeas, que podem prejudicar ou até mesmo impedir a atuação profissional.
Visando atender a este público alvo, tais como cantores, professores, vendedores e outros profissionais de áreas que utilizam a voz, a Aprimus – Associação Paraguaçuense Pró-Música estará realizando um Workshop de Voz Pprofissional, com o objetivo de apresentar a fisiologia vocal e demonstrar, por meio, de exercícios e vídeos, como a voz deve ser utilizada para melhorar o desempenho profissional do participante.
Do conteúdo constam: Fisiologia: dirigida ao exercício, exercícios isotônicos e isométricos, exercícios específicos da fonte glótica. Respiração: técnicas respiratórias; Ressonância: exercícios de projeção vocal. Altura: tom fundamental: habitual e ótimo.
O curso será ministrado por Clara Guimarães – cantora especializada em canto lírico e world music, que teve professores como: Denise Sartori, Marília Vargas, Ignácio de Nonno, Corina Meyer-Esche e Tran Quang Hai. Na área de fonoaudiologia, tem aperfeiçoamento em clínica de voz com Profª. Drª. Silvia Pinho.
O curso será no auditório do Departamento de Educação da Prefeitura Municipal de Paraguaçu Paulista no próximo dia 13 de novembro – sábado, das 14h às 17h. Maiores informações e inscrições no Departamento de Cultura – Rua XV de Novembro, 714 – Fone (18) 3361-8449.
O Workshop é gratuito e oferecido em parceria da Associação Paraguaçuense Pró-Música (APRIMUS) e o Departamento de Cultura da Prefeitura Municipal da Estância Turística de Paraguaçu Paulista.

Oi queridos,

Mais um projeto nosso foi aprovado no Ministério da Cultura, dessa vez a nossa ópera foi contemplada e poderemos realizar a montagem com todos os requisitos necessário para ser um grande sucesso.

Dessa forma, vamos usar essa aprovação ao nosso favor e ensaiar mais uns meses, além de confeccionar com cuidado nossos figurinos e cenários.

Para o final do ano, estamos montando um belíssimo concerto natalino com peças como o Messias de Handel e Exsultate, Jubilate de Mozart.

Até breve!